Nesse espaço você poderá conhecer algumas experiências vividas por integrantes do Grupo Espírita Mahatma Gandhi.​

 

Depoimentos

 

Lugar de Paz | Lêda Dias

ao Grupo Espirita Mahatma Gandhi

Bendito seja esse tempo
em que encontrei o lugar
que aponta o caminho seguro
para entender meu próprio ser



Bendita seja essa luz
que clareia o caminho na Terra
que acalma os anseios e urgências
e ensina o prazer do perdão



Bendito o profeta peregrino
guerreiro anjo do bem
arauto do amor dos arcanjos
que ama sem nada esperar



Ave Divino Ser
que me deu asas
e me fez passarinho
para aprender a voar

Ave Divino Ser
que me deu paz
e me fez passarinho
para aprender a amar

Meu coração hoje explode de tanta paz interior. Meu espírito gritava por socorro, busquei em algumas religiões entender o porquê desse vazio que sentia... Após perambular de religião em religião, a procura de conforto espiritual e paz no coração, fui resgatada por João Emmanuel, através de uma amiga Fabiana Ferreira, a mesma, relatava sua vinda para o Grupo Espírita Mahatma Gandhi e deslumbrada com amor que envolve essa doutrina relatou para mim, que Joãozinho disse que ela iria trazer uma pessoa para o Centro. Perguntou quem seria, ele simplesmente respondeu:” Você vai encontrar a resposta!”.


Logo eu disse: Sou eu...


Hoje posso dizer a todos, sou trabalhadora do centro desde fevereiro/2011, e no primeiro instante senti em meu coração a veracidade do trabalho desenvolvido na nossa casa, onde a Lei maior é o Amor, a Caridade e a Humildade.


Agradeço a Ândrocles Karamchamdas Lima, dirigente da casa, e a todos os nossos irmãos que compõem esta instituição, pelo acolhimento feito a mim. Referencio com minhas humildes palavras toda minha gratidão ao nosso irmão Dr. Fritz pelos seus ensinamentos, sua disciplina, seu carinho, seu amor e sua cura."


“Ana Maria” / Ana Cristina Maranhão

18.09.2011

Ana Cristina Maranhão

 

Queria falar um montão de coisas, mas vou tentar resumir pra não ficar cansativo, pois meu coração não cabe em si de tanta alegria por estar numa casa tão diferente, tão especial.


A entrada no Grupo Espírita Mahatma Gandhi foi, sem dúvida, um divisor de águas pra mim. Posso dizer, sem receio de estar me excedendo, que minha vida espiritual se divide em antes e depois de entrar nesta casa.



A religião que eu seguia nunca respondeu às minhas dúvidas... a partir do momento que comecei a estudar a Doutrina Espírita, no início (há algum tempo atrás) timidamente e sem rotina e agora, mais sistematicamente, é que encontro respostas pra muitas questões e principalmente consigo ver que muitas dessas respostas estavam bem diante dos meus olhos, eu é que não conseguia enxergar... Muitas mudanças dependem de mim e não dos outros, isto é, cobramos dos outros o que na verdade, depende da nossa  "reforma íntima" e que a partir dai, veremos muita coisa mudar ao nosso redor.


Entendo agora, que não adianta querer cobrar dos outros, quando nós  continuamos parados no mesmo ponto, cometendo os mesmos erros. Vejo que, à medida que nos corrigimos, aqueles que realmente nos amam, também se corrigem e nos seguem na busca pelo melhor caminho e vejo essa mudança na minha família, na prática!

Vejo, com imensa alegria e gratidão, uma mudança significativa ocorrer dentro de mim, no meu coração, nos meus sentimentos e nas minhas atitudes. Sei que a luta deve ser contínua, minuto a minuto, por isso procuro seguir um dos princípios do Evangelho: orar e vigiar, sempre, sempre, sempre!

Tenho muito a agradecer a Deus, primeiramente por ter me permitido chegar à casa, à irmã Marisa Dias, que me trouxe até aqui, ao grande amigo Lima, pelo imenso amor, a todos os trabalhadores da casa pelo acolhimento e a toda a Espiritualidade Amiga pelas lições diárias de amor, fé e caridade.

Desejo continuar nesta casa, servindo da melhor forma, que ela possa crescer e ajudar o maior número possível de irmãos a encontrar o caminho da evolução.

Com amor, fé e uma imensa gratidão."

Fátima Pedonni
15/10/11

Fátima Pedonni

Ana Cristina
Marisa Dias
Fátima Pedonni

De:

 “Obrigada, meu Deus, estou novamente em casa!” – agradeci emocionada ao me deparar com as imagens de Ramatís, Kardec, Gandhi e o símbolo da Fraternidade da Cruz e do Triângulo (ramificação da Grande Fraternidade Branca) na sala de reunião do Grupo Espírita Mahatma Gandhi, em abril/2011. Naquele momento tinha fim uma busca de mais de dois anos por uma Casa sintonizada com a Fraternidade e tendo como diretriz a prática do amor incondicional, sem restrições e preconceitos. Com o passar dos dias observei que, apesar de uma dinâmica de trabalho diferente da Casa do querido e saudoso “seu” Arnaldo, aqui eu encontrava o mesmo acolhimento, a mesma simplicidade, o mesmo amor. Mais tarde, soube que a Irmã Oriana foi orientada a participar de um curso de Liderança Emocional porque algumas pessoas seriam resgatadas por João Emmanuel/Arcanjo Uriel, mentor da Casa. Fui uma delas. E pensar que me decidi a fazer o curso na última hora! Agradeço a Deus a oportunidade de conhecer Oriana e receber o convite para visitar o MG, e de retomar o trabalho espiritual.


O Mahatma Gandhi é um foco de luz e amor a iluminar o caminho do auto descobrimento, da evolução espiritual para todos os que tiverem olhos para ver, ouvidos para ouvir e coração para sentir. A Espiritualidade que trabalha na Casa comprova o ditado corrente do lado de lá, de que “o céu está vazio”, pois todos estão atuando, nos dois planos da vida (físico e extrafísico), no processo de nosso despertamento espiritual, respeitando o livre arbítrio de cada ser. O Arcanjo Uriel está de asas abertas para abrigar todos aqueles comprometidos no burilamento dos próprios sentimentos. E o Irmão Lima, qual um pai amoroso e disciplinador, em sintonia com o Divino, realiza o mesmo movimento no plano físico. Não posso deixar de registrar minha imensa alegria em poder participar dos momentos nos quais Ramatís, espírito iluminado que admiro profundamente pelo seu trabalho de amor e desvelamento do “véu de Ísis”, vêm nos orientar, em especial sobre os tempos que estão chegados.


Sinto-me grata também pela ajuda que meus familiares vêm recebendo no MG para solução das suas dificuldades e para o seu crescimento espiritual. Iniciei 2011 com a percepção da necessidade de trabalhar meus sentimentos, mas a Casa está me desafiando a sair da zona de conforto, da comodidade inercial da dor conhecida e “sob controle”. Hoje, sinto que conseguirei, pois o tempo urge e quero poder cumprir tudo com o qual me comprometi realizar nesta encarnação. Agradeço à Deus e a todos os que fazem o Mahatma Gandhi, nos dois planos da vida, a oportunidade concedida de ser uma trabalhadora da Casa e me esforçarei para assim permanecer até o final dos meus dias."



Marisa Dias
25/12/2011

Marisa Dias

Lêda Dias*

Loja online

Adquira nossos livros e produtos personalizados e receba em casa!

Como ajudar

  Há várias maneiras de ajudar! Você pode contribuir com nossas ações doando:

Produtos

de limpeza

e higiene

Roupas novas

ou usadas

Eletrodomésticos,

eletroeletrônicos, móveis, etc.

Seu tempo.

Seja um voluntário!

Doação online ou

em conta bancária

Doar

Saiba mais

Alimentos

não perecíveis

* Veja os itens